6ª Olimpíada de Informática para Alunos do Ensino Médio traz oportunidades para jovens em Marília

O Univem, por meio dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação, está com inscrições abertas até o dia 09 de julho para a 6ª Olimpíada de Informática para Alunos do Ensino Médio. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site  www.univem.edu.br/olimpiada2018.
A competição vai ser realizada no dia 04 de agosto, das 8 às 13h, no Centro Universitário. A premiação acontece dia 03 de setembro durante a XI Semana de Tecnologia da Informação do Univem.
A 6ª Olimpíada de Informática é uma ação voltada a alunos do Ensino Médio e Técnico das redes pública e privada.  O objetivo é apresentar as áreas de Tecnologia da Informação e Computação para os jovens do ensino médio e técnico por meio de uma série de capacitações em programação de computadores que acontece no mês de julho, a Escola de Férias de Programação, que pode ser realizada presencialmente nos laboratórios do Univem ou pela Internet. Durante a competição, os conhecimentos desses jovens são verificados nas áreas de lógica computacional e programação de computadores, premiando os alunos que obtiverem as melhores colocações.

Alunos do Ensino Médio durante a competição na edição de 2017
 
De acordo com coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação do Univem, Profº Drº Elvis Fusco, a Olimpíada vem reforçar a importância da área de Tecnologia da Informação para o desenvolvimento sócio-econômico local e nacional. Além disso,  desperta o interesse dos jovens pela área de TI com vistas ao aproveitamento das oportunidades profissionais que o setor, em plena expansão, vem apresentando nos últimos anos. ”Na edição do ano passado tivemos mais de 180 inscritos no programa, esses alunos passam por treinamento em algoritmos e programação de computadores para poderem participar da competição. O evento é uma ótima oportunidade para os estudantes que querem conhecer um pouco mais sobre a área de Computação e Sistemas de Informação antes de se decidirem por um curso superior”, destaca o coordenador.
“Muitos profissionais que atualmente se destacam em grandes empresas de alta tecnologia em nossa região iniciaram sua carreira nas primeiras edições da Olimpíada.”, complementou Elvis Fusco.
A competição, segundo ele, proporciona novos desafios aos estudantes, contribuindo para o maior interesse no aproveitamento das aulas das disciplinas de exatas do ensino médio e aproxima os alunos da estrutura do Univem, promovendo maior integração entre docentes, pesquisadores e futuros alunos do ensino superior brasileiro.
Rodrigo Gonçalves Rodrigues, atualmente aluno do 3º ano do curso de Sistemas de Informação do Univem, conseguiu estágio na área já no 1º ano de curso e no 2º ano foi efetivado na empresa de tecnologia Interfocus. Rodrigo foi vencedor da Olimpíada em 2015, a motivação para participar da olimpíada foi além dos treinamentos oferecidos que o Univem ofereceu. “A competição confirmou ainda mais minha vocação para a área de Tecnologia da Informação. A Olimpíada busca despertar, nos alunos de ensino médio, até os que nunca tiveram contato com a programação, o desejo por aprender a programar, por buscar essa área que cresce cada dia mais e mais no mundo, uma oportunidade que pode ser única e gratificante. A participação na competição acelerou meu desenvolvimento na área de TI e possibilitou que conseguisse um estágio nos primeiros meses de curso e felizmente acabei de ser efetivado no cargo numa grande empresa de TI da cidade”, comemora Rodrigo.
PREMIAÇÃO – O evento tem o apoio da Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação – Asserti, do Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília e do Seprosp, e nesta edição os melhores colocados vão ser contemplados com com cursos de formação de programadores, Bolsas CNPq de Pesquisa Tecnológica para Alunos do Ensino Médio e participação no programa de estágio da Asserti para o ano de 2019.
Vale lembrar que para participar da competição serão oferecidos aos participantes cursos e treinamento para capacitar os alunos nos conteúdos exigidos durante a competição.  A Escola de Férias de Programação vai ter início no dia 10 de julho e segue até o dia 31 de julho.
TOME NOTA
Inscrição gratuita
1º de junho a 09 de julho
(www.univem.edu.br/olimpiada2018)
Curso de Programação de Computadores
(Escola de Férias de Programação)
De 10/07 a 31/07
(segunda à sexta das 14 às 17h – presencial ou pela Internet)
Treinamento para a Maratona de Programação
De 01/08 a 03/08
(segunda à sexta das 14 às 17h)
Competição
04 de agosto
(das 08 às 13h)
Premiação
03 de setembro
(XI Semana de Tecnologia da Informação do Univem)

Empresas da Asserti se destacam em projeto do Mercosul no Uruguai

Representantes do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília (APL TI Marília) participaram nesta semana em Montevidéu, no Uruguai, de Projeto de Integração Produtiva do Mercosul com empresários da Argentina, Uruguai e Paraguai.
O cluster de TI de Marília foi escolhido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços juntamente com o APL de São José dos Campos para representar o país no projeto que tem como objetivo a geração de ações de integração produtiva entre empresas de tecnologia dos países do Mercosul e é promovido pelo Governo Espanhol.
Além do coordenador do APL TI Marília, Elvis Fusco, a delegação de Marília foi formada por Giulianna Marega Marques e Leandro Kitamura, das empresas associadas da Asserti, eProdutiva de Marília e eSapiens de Bauru respectivamente.
IMG_20180612_163626.jpg
O APL TI Marília tem a Asserti – Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação, como entidade de governança, tendo sua sede no campus do Centro Universitário Eurípides de Marília – Univem, e segundo Elvis Fusco, presidente da entidade, a escolha do cluster de TI de Marília demonstra o protagonismo que a região de Marília tem demonstrado no cenário nacional no segmento de Tecnologia da Informação. “O setor de TI já é um dos principais pilares econômicos da região de Marília e o trabalho de associativismo que resulta em ações de cooperação e integração entre as empresas do setor fez com que nosso APL fosse escolhido para representar o país neste importante projeto de internacionalização das empresas do segmento.”
Elvis explica que o evento, além de possibilitar a visibilidade das empresas do APL nos países do Mercosul, garantiu o início de processos de parcerias com clusters de outros países. “Pudemos realizar visita técnica no Parque Tecnológico do Uruguai onde iniciamos tratativas de parceria com os ambientes de inovação de Marília e estabelecemos acordos de cooperação com o cluster de TI de Tucumán na Argentina.”, destaca o coordenador da Asserti.
fotoparque
O evento também permitiu que o cluster de Marília pudesse apresentar para os coordenadores do evento, iniciativa de criação da Rede de Clusters de Tecnologia da Informação do Mercosul. “Fizemos a proposta deste projeto, que tem como objetivo criar uma rede de clusters que apoie e articule, por meio de ações técnicas, políticas institucionais e gerenciais, integração e colaboração entre os clusters dos países do Mercosul, neste sentido, tivemos o apoio de empresários da Argentina e do Uruguai que a partir de agora nos ajudarão de forma colaborativa elaborar o projeto para os coordenadores do Mercosul.”, explica Elvis Fusco.
fotorede
O APL TI Marília foi reconhecido pelo governo estadual e federal em setembro de 2016 e fez com a cidade fosse a única a possuir o reconhecimento de arranjo produtivo local em todo centro-oeste paulista, estando entre as 3 cidades do estado a ter esse reconhecimento. Ele consiste na reunião dos atores do setor de Tecnologia da Informação tendo a cooperação como maior característica, reconhecido como a nova força econômica do município e lidera em parceria com a Prefeitura de Marília e o Univem, o projeto do Parque Tecnológico que a cidade deve receber em breve.

APL TI Marília marca presença em evento internacional

Convite constata o protagonismo no Brasil, dos ambientes de tecnologia e inovação de Marília
 O Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação – APL TI Marília, por meio do presidente da Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação – Asserti
(órgão de governança do cluster), o Prof. Dr. Elvis Fusco, participou da 5ª Feira Internacional de Comércio de Serviços da China que, nesta edição, realizou um total de vinte atividades incluindo o 5º Fórum de Abertura da CIFTIS – Cúpula Global de Comércio de Serviços, Fórum Internacional, Conferências da Indústria, Promoção e Conversas da Indústria, Atividades Temáticas de Países Estrangeiros, Regiões e Províncias. O evento aconteceu de 28 de maio a 1º de junho, no Centro Nacional de Convenções da China, em Pequim, e teve como foco promover a abertura, e integração da área de serviços.
A Feira Internacional atraiu 120 países e regiões que participaram com exposições e conferências. Várias marcas sob o grupo Alibaba, incluindo Tmall, Hema, Cainiao, Aliexpress, Gaode, Aliyun e Ant Financial Services estiveram presentes no evento. Entre as exposições, o Alibaba New Retail foi um dos destaques.
Segundo o porta-voz do Ministério do Comércio, Gao Feng, a importação e exportação da China se mantiveram estáveis, com um impulso de crescimento positivo. Ainda de acordo com ele, a expectativa é que essa tendência seja mantida. “Nos últimos anos, a importação e a exportação de serviços da China mantiveram um desenvolvimento estável e relativamente rápido, a estrutura comercial foi continuamente otimizada e a escala de importação e exportação em serviços permaneceu no segundo lugar no mundo por quatro anos consecutivos”, disse.
Durante o primeiro trimestre deste ano, a economia nacional manteve sua estabilidade e o mercado de consumo teve um bom começo. A contínua expansão da população de renda média, o avanço da revitalização rural e a implementação em profundidade da redução da pobreza, foram fatores que sustentaram a economia. “Haverá amplo espaço de crescimento no consumo das famílias. Espera-se que o avanço da reforma estrutural ao lado da oferta e a implementação de políticas para expandir as importações aumentem continuamente a oferta efetiva do mercado e melhorem a oferta e a demanda. Enquanto isso, as novas tecnologias, continuamente emergentes, os novos padrões e novos tipos de negócios ajudarão a atualização consecutiva e a liberação adicional do potencial de consumo”, expressou Gao Feng.
O Prof. Dr. Elvis Fusco, presidente da Asserti, explicou que o convite para representar os ambientes de inovação, empreendedorismo e tecnologia de Marília partiu da Confederação Nacional de Serviços (CNS). “Esse convite de participação do APL TI Marília e do CITec-Marília neste evento internacional é de extrema importância. Além de constatar o protagonismo dos nossos ambientes de tecnologia e inovação no país, possibilitou diversas agendas de encontros com entidades que, por meio de parcerias, provocará uma articulação com importantes ambientes de inovação no mundo.
Iniciamos uma parceria com a Beijing B&R International Co-incubation (ICI), entidade que congrega uma rede de incubadoras em todo o mundo e mantém parceria com a Confederação Nacional de Serviços (CNS)”, destacou Elvis Fusco.
Segundo o presidente da CNS, Luigi Nese, a entidade vem estreitando o relacionamento com o mercado chinês a alguns anos. “Nesta edição do evento ampliamos a participação do segmento de Tecnologia da Informação com a participação de empresas e entidades como o cluster de TI de Marília”, explica Luigi Nese.
CITec China 1

  • Dr. Elvis Fusco, coordenador do CITec-Marília, durante apresentação dos ambientes de inovação no China National Convention Center

 
CITEc China 2.jpeg

  • Delegação brasileira liderada pela Confederação Nacional de Serviços

Empresa associada da Asserti é aprovada em programa de pesquisa

A empresa Stratelli – Inteligência Estratégica, incubada no Centro Incubador de Empresas de Marília – CIEM, ambiente de apoio ao empreendedorismo do Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília, instalado no campus do Centro Universitário Eurípides de Marília – UNIVEM, foi aprovada e receberá fomento do Programa Pipe-Fapesp (Pesquisa Inovavita em Pequenas Empresas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Criado em 1997, o Pipe-Fapesp tem como objetivo apoiar a pesquisa em ciência e tecnologia como instrumento para promover a inovação tecnológica e o desenvolvimento empresarial, aumentar a competitividade das pequenas empresas, possibilitar que as empresas se associem a pesquisadores do ambiente acadêmico em projetos de pesquisa visando à inovação tecnológica e contribuir para a formação e o desenvolvimento de núcleos de desenvolvimento tecnológico nas empresas e para o emprego de pesquisadores no mercado de trabalho empresarial criando uma cultura permanente de inovação.

A aprovação do financiamento se deu por meio da apresentação do projeto “Abordagem de Análise Criminal para a Ampliação da Consciência Situacional Utilizando Fusão de Dados e Informações” encabeçado pelo proprietário da empresa Stratelli, Prof. Dr. Leonardo Botega.

Segundo o Prof. Leonardo, o objetivo do projeto é de promover o desenvolvimento de métodos computacionais de análise de dados criminais e um sistema de identificação de problemas que ocorrem nas cidades brasileiras. Tal sistema possibilitará estudos de casos em análise criminal, capaz de contribuir para o entendimento de analistas com melhores subsídios quanto a informações, com a possibilidade de promover maior impacto na tomada de decisão (ex: definição de estratégia e política de segurança pública e privada, ou ainda a alocação de recursos para policiamento e/ou prevenção. Ainda de acordo com Leonardo, neste projeto, está prevista a contratação de bolsistas de treinamento técnico em níveis de graduação, mestrado e doutorado, em que a maior parte do financiamento será empregado.

O CITec-Marília oferece capacitação para as empresas instaladas nos ambientes de inovação de Marília participarem de processos para busca de recursos para investimento em inovação de órgãos de fomento estadual e federal. Mais informações acesse: www.inovamarilia.org.br.

IMG-20180529-WA0028

Leg. Prof. Dr. Leonado Botega, docente do UNIVEM e proprietário da empresa Stratelli

Convênio amplia oportunidades para empreendedores no CITec-Marília

Aconteceu nesta sexta (25/05), solenidade de assinatura de convênio entre o Município de Marília e a Fundação de Ensino “Eurípides Soares da Rocha”, mantenedora do Centro Universitário Eurípides de Marília – Univem.
O convênio tem como objetivo o apoio da Prefeitura aos ambientes de inovação de Marília, mantidos pela Fundação Eurípides, com a liberação de verba no valor de 150 mil reais para ampliação dos espaços de incubação e pós-incubação do Centro Incubador de Empresas de Marília – CIEM, instalado no Centro de Inovação Tecnológica de Marília – CITec-Marília.
O evento contou com a presença do prefeito de Marília, Daniel Alonso, do deputado Federal, Walter Ihoshi, do reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, do coordenador do CITec-Marília, Prof. Dr. Elvis Fusco, do vereador Marcos Rezende, do secretário de desenvolvimento econômico, Cássio Luiz Pinto Junior, do presidente do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Chikao Nishimura e de empresários do segmento de Tecnologia da Informação que mantém empreendimentos instalados no CITec-Marília.
foto 01.jpg
O coordenador do CITec-Marília, Prof. Dr. Elvis Fusco, relata que atualmente mais de 50 empreendimentos de base tecnológica estão instalados no CITec-Marília, gerando mais de 300 empregos direto e indiretos. “Com somente 2 anos de criação, o Centro de Inovação Tecnológica de Marília já ocupa mais de 80% de um espaço de quase 5 mil m2 cedidos pela Fundação Eurípides para instalção e apoio a empresas de base tecnológica.”
“Esse recurso ampliará a infraestrutura do CITec-Marília para apoiar mais empresas, o que aumentará a geração de empregos, a arrecadação municipal e o desenvolvimento econômico da cidade, fortalecendo ainda mais o cluster de Tecnologia da Informação do município, que é referência para todo o país.”, explica Elvis.
O reitor do Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, comemora o convênio com o município. “É importante destacarmos a visão empreendedora do Prefeito Daniel que tem apoiado as ações do Univem em ampliar o desenvolvimento econômico de Marília por meio do empreendedorismo, da inovação e da tecnologia.”
“Já somos um polo de tecnologia para todo o país e com essas ações como de hoje que resultará em breve a instalação do Parque Tecnológico, Marília será uma das cidades mais desenvolvidas do país.”, destaca o reitor.
Para o prefeito de Marília, Daniel Alonso, a área de Tecnologia da Informação é, atualmente, um dos principais vetores de desenvolvimento do município e explica que no futuro a base de sustentabilidade de uma cidade passa pelo investimento no empreendedorismo e na inovação em negócios de base tecnológica. “Acredito que essa estratégia que temos adotado em nossa gestão de apoiar iniciativas empreendedoras, garantirá cada dia mais a ampliação da geração de renda e emprego para nossos jovens.”
O deputado federal Walter Ihoshi, que tem buscado recursos do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para que o município possa ampliar o investimento em inovação e tecnologia, ressalta o trabalho da prefeitura e do Univem. “Continuaremos apoiando essas ações, colaborando para que Marília se destaque ainda mais nesse segmento e continue gerando oportunidades para nossos jovens como já tem acontecido.”
Além do CITec-Marília e do CIEM, o Univem mantém o InnovaSpace Coworking, ambiente destinado ao desenvolvimento de startups que já é referência para todo o estado.
Para saber mais sobre os ambientes de inovação de Marília, acesse: www.inovamarilia.org.br.
 

CITec-Marília e Asserti promovem palestra sobre Intraempreendedorismo

O Centro de Inovação Tecnológica de Marília (CITec-Marília), gerido pelo Univem e a Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação (Asserti), com apoio do Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação (APL TI Marília), realizaram nessa terça-feira, 15, às 19h30, no auditório Shunji Nishimura, a palestra Intraempreendedorismo: Case em Empresas de Tecnologia da Informação, ministrada pela Coach Profissional pelo IDECOH/BCI, Kamila Bittarello, Head do Programa de Intraempreendedorismo da Unidade da Indústria da Construção na Softplan de Florianópolis (SC) e pelo advogado e assessor jurídico da Unidade da Indústria da Construção (UNIC) da Softplan e da Construtech Ventures e membro da Comissão de Direito das Startups da OAB/SC,  Odair Biasi.

Conforme destacou a Head Kamila  Bittarello o compartilhamento de experiências é que faz com que esse novo conceito de inovação cresça. “O Programa de Intraempreendedorismo existente dentro da empresa é responsável por buscar novas oportunidades dentro da cadeia de produção trazendo startup para dentro de ‘casa’”, explicou.

Segundo o coordenador do CITec-Marília e presidente da Asserti, Prof. Dr. Elvis Fusco, o objetivo do evento foi apresentar aos empresários e alunos da área de TI experiências de intraempreendedorismo que venham  estimular as empresas tradicionais a promover a inovação e o diferencial competitivo por meio do desenvolvimento de startups dentro da própria empresa ou adquirindo startups que tenham um modelo de negócio aderente ao seu.

Também participaram da palestra os advogados Dr. Ricardo Maravalhas e Drª. Daniela Marinho (docente do Univem) do escritório Marinho Advogados Associados, responsável pela consultoria jurídica das empresas ligadas à Asserti.

Asserti participa de Projeto Mercosul apoiado pelo Governo da Espanha

O APL TI Marília (Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília), cluster produtivo da área de TI que tem sua governança exercida pela Asserti (Associação de Empresas de Serviços de Tecnologia da Informação), está entre os APLs selecionados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços para participar de Projeto do Mercosul apoiado pelo Governo da Espanha.
O Mercosul, organização internacional constituída pelo Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai tendo como associados o Chile e a Bolívia, visa com este projeto  acelerar o processo de integração produtiva, identificando e promovendo as possibilidades de complementaridade das economias dos países do bloco.
O Presidente Executivo da Asserti e coordenador do APL TI Marília, Prof. Dr. Elvis Fusco, esclarece que “foram selecionadas 8 empresas do segmento de TI para participar do projeto representando o Brasil, dessas, além do APL TI Marília, duas empresas associadas à Asserti foram selecionadas para integrar o projeto”, resaltando que “é fundamental a adoção de políticas de internacionalização para as empresas do segmento, o programa criado pelo Mercosul fortalecerá efetivamente o empreendedorismo entre os países do bloco dinamizando as forças propulsoras locais do desenvolvimento das empresas participantes”.
Nesta sexta-feira (11) a Asserti, representada pelo seu presidente e pesquisadores dos países ligados ao Mercosul participaram de vídeo conferência em São Paulo, que a partir de agora iniciam o treinamento online com as 12 empresas participantes da iniciativa, sendo 8 na área de TI e 4 em calçados.


O presidente da Asserti, órgão de governança do APL TI Marília, explicou que “no treinamento que se iniciará, os participantes aprenderão conceitos de interação empresarial e o que preveem os acordos e as leis que regem o Mercosul. As empresas saberão como oferecer serviços nos países membros e poderão firmar parcerias. Nos dias 11, 12 e 13 de junho teremos um encontro em Montevidéu no Uruguai onde as empresas participantes poderão se articular, interagir e gerar negócios. Este encontro de negócios facilitará a exportação de tecnologia e serviços das empresas associadas à Asserti”.
A cidade de Marília está entre as 3 cidades do estado a terem o reconhecimento do Governo Estadual e Federal de um APL no segmento de Tecnologia da Informação. O APL TI Marília foi reconhecido pelo Governo do Estado de São Paulo em 2016 e consiste na reunião dos atores do setor de Tecnologia da Informação, que é conhecida como a nova força econômica do município. O Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação de Marília, representado pela Asserti, em parceria com o Univem e a Prefeitura de Marília, tem trabalhado para que a cidade brevemente tenha seu Parque Tecnológico, consolidando ainda mais a vocação da cidade para as áreas da tecnologia, empreendedorismo e inovação.