Formalização impulsiona número de empresas abertas em 2013; alta de 21%

Levantamento divulgado pela Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo) aponta que as aberturas de empresas de janeiro a abril deste ano são 21% maiores se comparadas ao mesmo período de 2012. No primeiro quadrimestre de 2013 foram abertas 1.038 empresas frente a 853 de janeiro a abril do ano passado.

O mês com maior número de novos negócios formalizados foi abril, com 332 estabelecimentos. Na sequência aparecem: janeiro (237), março (236) e fevereiro (233).

Na comparação mensal o crescimento no número de aberturas é de 76,5%, tendo em vista que no quarto mês do ano passado foram cadastradas 188 novas empresas.

O superintendente da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília) e administrador do escritório regional da Jucesp de Marília, José Augusto Gomes, explica que o aumento está diretamente ligado à elevação no número de formalizações impulsionado pela facilidade do processo. Atualmente, basta o empresário acessar o Portal do Empreendedor, fazer o cadastro com os documentos necessários e iniciar o pagamento das contribuições.

“Isto propiciou a mobilização para que muitos empresários optassem pela formalização. Desta forma a pessoa está apta para emissão de nota fiscal, além de poder oferecer seus serviços e produtos para o setor público”, ressalta.

Gomes destaca também que o crescimento está acentuado nos corredores centrais dos bairros mais afastados da cidade como na zona sul e norte da cidade.

“A tendência é que este quadro se mantenha até o final do ano e é visível o quanto tem aumentado o número de pequenos empreendimentos nos bairros distantes da área central”.

O setor com maior número de aberturas ainda é o de serviços como cabeleireiros e manicures. Também despontam os estabelecimentos como restaurantes, além das revendas de vestuários e calçados.

V3W Tecnologia

Soraia da V3W Tecnologia fala sobre o potencial da cidade

Pensando no potencial de mercado tecnológico na região a empresa V3W Tecnologia optou pela instalação em Marília. “Percebemos que este segmento é bastante carente na região, por isso vimos a oportunidade de abrir nosso negócio, isto porque muitas vezes as empresas necessitam da mão de obra especializada para o desenvolvimento de softwares”, fala a sócia-administrativa, Soraia Andrade.

Soraia afirma que outro fator que influenciou na escolha de Marília para abertura do negócio foi o custo benefício e incentivo de órgãos públicos e de educação. “Temos o Univem e a prefeitura que atuam juntas para construção do Parque Tecnológico, para nós isto é importante, tendo em vista que quanto mais profissionais na área poderemos oferecer assistência para um número maior de clientes”.

FECHAMENTOS

Já o número de fechamentos de empresas diminuiu 25,6% de janeiro a abril na comparação com o primeiro quadrimestre de 2012. Foram 133 baixas contra 179 no ano passado. Para o administrador, a redução nos fechamentos é influenciada pelos subsídios oferecidos pelo governo e trabalho de profissionalização dos empresários feito pelo Sebrae. “Isto é reflexo de todo o trabalho desenvolvido, principalmente pelo Sebrae que foca o planejamento necessário para que as empresas não tenham um fechamento precoce”, comenta.

Fonte: http://www.diariodemarilia.com.br

Anúncios

Um comentário em “Formalização impulsiona número de empresas abertas em 2013; alta de 21%

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s